Dama (In)delicada

julho 14, 2017

O velho e o moço


"Ah, se o que eu sou

É também o que eu escolhi ser
Aceito a condição"

Confesso que sou uma pessoa que tem sérios problemas relacionados a vícios com músicas. Extremamente eclética (leia-se, aquela pessoa que migra de Alcione para Renato Russo em questão de milésimos de segundos), sempre procurei analisar em toda letra de música algum sentido, alguma essência (por mais tosca que a música possa vir a ser).

Nesses últimos dias uma certa canção vem ganhando novamente o meu coração, aliás, já o possuía, mas o reconquista toda vez que aperto o botão "play". A dita música é a que está presente o título da postagem: "O velho e o moço" da banda "Los Hermanos". 


  Ela não possui uma letra de difícil interpretação, inclusive é muito clara a começar do título. Ela mostra reflexões de um velho e de um moço acerca da vida. 

   Filosófica. Apesar de filosofia soar como uma coisa um tanto chata para alguns, essa é a melhor definição que essa música pode vir a ter.

   Pensar sobre a vida, sobre o tempo que passa. O tempo que passa mais depressa para uns do que para outros. O tempo que passou. O tempo que ainda vai vir. O tempo. Me faz refletir sobre a relatividade do mesmo. É tão rápido e tão devagar, mesmo possuindo o mesmo compasso sempre. 

CONVITE
A música trás consigo duas perguntas simples no questionamento, complexas enquanto a resposta. Queria que, após essa breve reflexão, vocês pudessem tirar um tempo para pensar sobre elas e se possível, formular uma resposta nos comentários. Refletir é necessário. 

"E se eu fosse o primeiro a voltar
Pra mudar o que eu fiz
Quem então agora eu seria?"
O velho 

"E se eu for
O primeiro a prever
E poder desistir
Do que for dar errado?"
- O moço 

dezembro 09, 2015

Toda blogueira deveria ler


Olá meus amores, tudo bem com vocês??
São exatamente 2:32 da manhã (horário de Brasilia), e sinceramente, não estava nos meus planos escrever esse post, mas como já estava com planos de voltar a escrever no blog, resolvi retornar com uma coisa que toda "blogueira deveria ler". Espero que gostem, e boa leitura!Não esqueçam de fazer um comentário com a opinião de vocês sobre o assunto


Vamos começar...

Não sei se vocês já tiveram essa impressão de que em todo post que você escreve sempre ter aqueles comentários chatinhos Ctrl + C Ctrl +V  , que são repetidos praticamente em todos os posts de todos os blogs que você visita - eu não estou exagerando meninas, vocês sabem - e que simplesmente fazem parte de 70% de todos os comentários que você tem em todo o seu blog - prometo não usar "todo(s)" de novo nesse parágrafo haha -  . O pior é que eles não mudam sequer uma palavra de um post para outro e, a partir desse ponto que nós começamos a pensar na condição de ser "blogueira" nos dias atuais. 

Mas afinal, por qual motivo eu resolvi iniciar esse post falando justamente dos comentários das postagens, e o que isso tem a ver com "ser blogueira" atualmente? Eu dividi a minha explicação em três pontos para chegarmos numa conclusão. Para começar, acho que muitas de vocês sabem mais do que eu que a maioria dos comentários, das visualizações de um blog, do feedback que você recebe numa postagem, vem diretamente de blogueiras, que ao mesmo tempo são blogueiras e leitoras. Então, já que a maioria dos comentários são de blogueiras leitoras, isso em números se trata de 90% das pessoas que visitam e comentam os seus posts (ou até mais), tornando uma boa parte dessas blogueiras, comentaristas que eu apelido carinhosamente como "leitoras-blogueiras Ctrl+C Ctrl+V". 

O segundo ponto, é entender porque tantos comentários são de blogueiras, e eu acho que todas vocês já sabem a resposta, uma blogueira ao comentar em outro blog, acaba por conhecer novos blogs, novas blogueiras, fazer novas amizades, trocar experiências, ganhar leitoras e ser leitora também - vamos destacar esse pequeno detalhe - . Blogueiras geralmente são pessoas que curtem blogs, sejam esses blogs de moda, maquiagem, comportamento, livros, enfim, e por gostar de blogs, visitam os de sua preferência (de acordo com o conteúdo), e comentam, para (como eu já disse), ganhar leitoras e ser leitora também. Mas... Ser leitora? Isso está correto? 

Aí que chegamos no nosso terceiro ponto, não entendo como pessoas que comentam coisas repetidas, baseadas no Ctrl+C Ctrl+V podem ser consideradas leitoras. Acho que spam se trata da definição mais correta para elas. E é nesse momento que chegamos na pergunta mais esperada, por qual motivo existem tantas "leitoras-blogueiras Ctrl+C Ctrl+V"?? Por um simples motivo::::: divulgação que gera dinheiro - não tão fácil assim, mas tem uma forte relação - ou seja, de acordo com o número de visualizações, número de comentários, as empresas decidem se querem ou não divulgar na página. Resumidamente, o que importa nessa relação são os números, não o conteúdo nem as leitoras de verdade que você possui no seu blog. 

Após esses três pontos, chegamos a conclusão final que as pessoas viram "blogueiras" (difusoras do spam), para simplesmente ganhar dinheiro. Não se faz nada mais pensando no público, pensando nas leitoras. Se faz pensando no quanto vai entrar na conta bancária no fim do mês. Existem casos de exceção, é claro, mas se torta triste e lamentável ver uma grande parte da blogosfera se tratar de pessoas que pensam apenas no dinheiro.O dinheiro de fato é uma coisa boa, mas se trata de um resultado, um retorno de toda a sua dedicação por carinho e amor que você tem pelo seu blog e pelo seus leitores, e não é isso que acontece hoje em dia.

Deixem aqui embaixo a opinião de vocês sobre o assunto, o que vocês pensam em relação à isso, vou ficar feliz em ler e responder tudo o que vocês postarem!

janeiro 14, 2015

Se você pode sonhar com isso, você pode fazer isso


Oi meus amores, tudo bem com vocês? 
Hoje, eu resolvi fazer um post mais íntimo aqui no blog, e para quem acompanhou o meu drama dos serás, vão entender muito bem sobre o que eu estou falando.

Hoje eu escrevi um "e-mail" para mim mesma no futuro - daqui há 11 anos o e-mail vai chegar na minha caixa de entrada - e nele, eu estava perguntando para mim mesma o que tinha mudado, se eu estava com a profissão dos meus sonhos, no trabalho dos meus sonhos, com o marido dos meus sonhos, na casa dos meus sonhos, no país dos meus sonhos. com tudo que eu sonho hoje em dia. Também nela, contava sobre os meus sonhos atuais, e a minha situação atual. O que ia mudar? Para melhor ou pior? Vale a pena tudo o que eu faço hoje?

É gente, o futuro é uma coisa assim que está fora de nosso alcance, mas ao mesmo tempo estamos nele, e OPSSSS ele já passou, virou passado, e agora estamos nele de novo, que virou o presente, agora passado - acho que você entendeu - quer dizer, o quão incrível - ou não - isso é, daqui há 11 anos eu vou receber um e-mail, de mim mesma hoje em dia, eu essa criancinha barraqueira, sorridente, e meia revoltada com quase tudo. Será que serão as mesmas coisas? Como será? São tantas perguntas, são tantos serás.

Mas, hoje eu resolvi que vou deixar esses serás um pouco de lado, e vou focar no que eu quero. Vou focar nos meus sonhos, por mais bobos que sejam, e repetindo a frase clichê da Disney, "Se você pode sonhar com isso, pode fazer isso" - É isso ou algo muito parecido - eu tenho que acreditar em mim, e acreditar que eu sou capaz. Cansei dessas perguntas e desses serás que um dia serão respondidos, e como eu cansei de dizer no outro post, no momento certo.

Agora Luana, vamos tentar construir as respostas desses serás. Seu sonho não é ser uma jornalista e uma advogada? Vamos trabalhar para ser! Você não quer morar naquela cidadezinha - não tão "zinha" - na Grã Bretanha? Então vamos trabalhar para podermos morar lá! Seu sonho não é construir uma família? Então trabalhe por isso, para isso. Entendeu o que eu quis dizer? Basicamente o que a frase clichê da Disney diz. Se você pode sonhar, você pode fazer, desde que trabalhe por isso. Confie em você, você consegue. Pare de se perguntar das coisas, e vá lá e faça. Se arrisque. A gente só sabe se uma coisa vai dá certo, tentando.

janeiro 12, 2015

Londres: 4 curiosidades sobre a terra da rainha


Olá meus amores, tudo bem com vocês?

    Então, hoje eu resolvi falar de um lugarzinho na Europa, que em pouquíssimo tempo se tornou o meu lugar favorito no mundo: A terra da rainha! - Como muitos já sabem hahahah, sou praticamente uma quase Londrina - 

    Antes de tudo, quero indicar o site do João e da Natasha, o "Para ver em Londres" , o site que por acaso contribuiu em praticamente 90% do meu fanatismo pela terra da rainha - Londres - , e que possui dicas, curiosidades, e várias sugestões sobre esse lugar maravilhoso, vale muito a pena conferir! Sem mais delongas, vamos lá para as quatro curiosidades!


  • O futebol foi criado pelos ingleses 

Siiiiim meus queridos, sei que grande parte já sabia, mas não poderia deixar de listar essa curiosidade aqui não é mesmo? A grande paixão dos brasileiros só existe por conta dos nossos amiguinhos da Europa, YEAH! - não só o futebol, mas o tênis de mesa, e o baseball entre outros esportes foram criados por lá - 
  • É proibido morrer no parlamento inglês 
Graças ao Rei Edward II, é proibido por lei morrer no parlamento inglês, pois, como o prédio é considerado um palácio real, todos que falecerem ali, são obrigados por lei também serem enterrados com honras de estado, coisa que o rei queria evitar.
  • Existem câmeras ao vivo em Londres, e você pode vê-las agorinha mesmo
Essa curiosidade eu tirei do site do João e da Natasha, e confesso que pelo menos uma vez ao dia fico vendo o movimento na Abbey Road, e como anda o trânsito na cidade hahah, clicando aqui vocês podem ver o post no site deles, onde tem todos os links das câmeras!

  • Keep Calm and Carry On (Fique Calmo e Continue em Frente)
Quem nunca viu aquelas tirinhas com um "Keep Calm" nas redes sociais? Não é atoa que tem uma coroa em cima, o famoso "Keep Calm" surgiu pela primeira vez na Grã Bretanha, na época da segunda guerra mundial, com o objetivo de encorajar os cidadãos no caso de uma invasão da Alemanha! 


    Nesse post eu listei apenas quatro curiosidades, mas existem váriassss outras, e, caso vocês gostem desse post, quem sabe futuramente eu não faça uma parte dois, e/ou outros posts nesse estilo haha!


Agora me contem aqui pelos comentários, qual é o país/cidade que você mais gostaria de conhecer no mundo todo?


Keep Calm and me acompanhe nas redes sociais! 
Twitter: @luanagabriely_

janeiro 08, 2015

Serás



    Ultimamente, passa um turbilhão de "Serás" na minha cabeça, "serás" que eu não consigo responder, e que me dão medo só de pensar nas possíveis respostas. Nunca parei para pensar nessas coisas de futuro, de "o que eu vou ser", sobre o rumo da minha vida. Para mim, tudo sempre ficou, e tudo sempre foi distante demais para eu me preocupar, mas chegou um momento que essas perguntas, começaram a invadir a minha cabeça, e confesso que está me deixando louca.

    Sei que só o tempo pode responder, mas não entendo o castigo dessas malditas perguntas e incertezas que tomam conta de mim nesse momento. Talvez por ser o começo de um novo ano, altas expectativas, vontades de realizar sonhos, e tentar fazer com que esse ano seja um ano melhor, mas ao mesmo tempo medo do fracasso, medo de esperar demais de um ano, medo de esperar demais de mim mesma, botar fé e se iludir.

    Tento e faço de tudo para me contentar com um "Cada coisa no seu tempo", mas parece que aumenta cada vez mais a existência de "serás" rodeando o meu psicológico. Eu não sei o tempo de cada coisa, e isso me incomoda. Pode ser agora, pode ser amanhã, assim como pode ser daqui a 30 anos, ou nunca. Então por que isso martela tanto a minha cabeça?

    Finalizo aqui pedindo gentilmente para esses "serás" que me rodeiam, irem aguardar o tempo, assim como eu também irei, as perguntas serão respondidas no tempo certo, no momento certo, e é dispensável tudo isso. Vamos agora procurar respostas de "serás" mais simples, como o "Será que as pessoas vão conseguir me entender com esse post?", e ter o prazer da resposta em breve.

    Estamos num começo de um ano, começo onde vários "serás" serão respondidos, e todas as respostas, ou pelo menos a maioria estão guardadas em você, você quem faz a vida, você quem guia o tempo, você quem escolhe as ações, você que responde os seus "serás".

[Desabafo com palavras bonitas]
Twitter: @luanagabriely_


 

janeiro 04, 2015

Fim de ano - Part II : 2⃣0⃣1⃣5⃣

Apesar da minha prima ainda achar que estamos em 2014...

Oi meus amores, tudo bem?
Então, chegamos finalmente em 2015, e que se Deus quiser vai ser um ano maravilhoso para todos nós! Hoje eu trago para vocês algumas fotos do meu finalzinho de 2014/ comecinho de 2015 - notaram que eu dei uma sumidinha aqui no blog? Pois bem, eu estava viajando hehe - lá em "Pontas de Pedra" , um lugarzinho em Pernambuco, onde guarda as praias mais lindas que eu já vi ♥ , e além dessas praias, no caminho de volta para casa, ainda demos uma passadinha em "Carne de vaca" - apesar do nome é um lugar maravilhosoooo - e em algumas praias de João Pessoa, vamos conferir as fotos?

dezembro 27, 2014

Fim de ano - Part I: Natal

Oi meeeus amores, tudo bem com vocês? Primeiro de tudo, já chego desejando um feliz natal (atrasado), para todos vocês, que Jesus ilumine cada dia mais e mais, vocês e suas famílias! Segundo, eu venho pedir desculpas pela postagem não está muito organizada, pois, estou postando pelo celular,  e enfim, vamos logo ao post!
Hoje,  eu trago para vocês fotos do meu Natal, mru cabelo, e ""make"",que eu usei nesse dia tão especial! Algumas das fotos eu postei no meu Instagram (@luanagabrielyroza). Na "Part.II" eu vou mostrar os mimos que eu ganhei,  e o look que eu usei! Vamos lá para as fotos?